Pular para o conteúdo
Início » Blog » Conheça a história do teclado

Conheça a história do teclado

A história do teclado de computador vai desde os primeiros modelos mais simples até os mais modernos e repletos de recursos para a digitação. Por isso, o artigo a seguir explora a sua evolução até se tornar o dispositivo de entrada de dados padrão que se usa hoje.

Qual é a história do primeiro teclado de computador?

A história do primeiro teclado remonta aos primeiros computadores eletrônicos. O ENIAC (Electronic Numerical Integrator and Computer), aliás, um dos primeiros PCs eletrônicos, criado na Segunda Guerra Mundial, não tinha um teclado como os que são usados hoje. 

O primeiro teclado moderno, com um layout parecido aos atuais, surgiu com o terminal Datapoint 3300 em 1965. Assim, ele apresentava um layout que lembrava o QWERTY, mas não incluía teclas de função. 

Conheça a história do teclado
A história do teclado remonta aos primeiros computadores eletrônicos. Imagem de jannoon028 no Freepik.

O layout QWERTY, criado no século XIX para máquinas de escrever, se tornou padrão por conta da sua eficiência. Ao longo dos anos, então, ele evoluiu para incluir teclas de:

  • função;
  • seta;
  • símbolos;
  • números.

Como a história do teclado mostra a sua evolução?

A história do teclado mostra como ele evoluiu dos modelos mecânicos para os eletrônicos, bem como, envolve a expansão dos seus recursos para a digitação. Além disso, explora as novas tecnologias que fazem esse item se manter cada vez mais moderno.

Teclados mecânicos

Os primeiros teclados mecânicos eram simples e diretos, assim, consistiam em uma matriz de suítes montados em um painel, onde cada um deles correspondia a uma tecla. 

Quando alguma tecla era pressionada, acionava o suíte, enquanto enviava um sinal elétrico para o PC registrar a entrada. O layout era básico, pois seguia a ordem alfabética padrão com teclas extras para funções especiais, como Enter e Shift.

Transição para os eletrônicos

A transição para os teclados eletrônicos começou na década de 1970, com a chegada dos circuitos integrados e microprocessadores nos dispositivos de entrada de dados. Dessa forma, eles tornaram a entrada de dados mais precisa e confiável com sensores eletrônicos.

Expansão de recursos

Com a transição para o eletrônico, as marcas passaram a incluir mais recursos e funções aos teclados. Sendo assim, surgiram novas teclas para permitir o acesso rápido a atalhos do sistema, como, por exemplo:

  • salvar (ctrl+s);
  • copiar (ctrl+c);
  • colar (ctrl+v);
  • desfazer (ctrl+z);
  • menu (ctrl+alt+del).

Novas tecnologias

Nos últimos anos, os teclados passaram por uma série de inovações para, assim, melhorar a experiência do usuário. O modelo sem fio virou um padrão para muitos, ao passo que a retroiluminação se tornou popular, o que facilitou digitar em locais com pouca luz.

Hoje em dia, você pode encontrar modelos que servem para o trabalho e uso diário, pois contam com funções mais comuns. No entanto, há também os mais avançados, que são ideais para PC gamer.

Conheça a história do teclado
A história do teclado mostra como ele evoluiu ao longo dos anos. Imagem de DC Studio no Freepik.

Qual é a história dos tipos de layout do teclado?

A história dos tipos de layout do teclado remonta ao QWERTY, que foi criado em 1873 pelo inventor Christopher Sholes para a máquina de escrever Remington No. 1.

Ao longo dos anos, outros modelos surgiram, como por exemplo, o AZERTY, muito usado em países de língua francesa, enquanto o DVORAK foi criado para aumentar a eficiência e o conforto ao digitar em inglês.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Texto por:

Fábio Gomes

Com mais de 10 anos de experiência como professor de informática e marketing, graduou-se em Business Marketing pela Ohio University(EUA), Inovação e Gestão de Projetos pela ISCTE (Lisboa), Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Web pela PUC Minas, e Produção Multimídia pela UniBH.